“Rihanna dominou 2017 (sem nem lançar um álbum” – WMagazine.

uma afirmação ousada de se fazer que Rihanna teve o melhor ano de qualquer estrela do pop em 2017,  considerando que Rihanna não fez muito relacionado à musica. Ela não fez turnê. Ela não lançou um álbum. Não houve nem um single e não há nenhum palpite que devemos esperar por algo em breve.  Ela está muito longe dos dias em que ela estava lançando música quase anualmente. No entanto, enquanto outras estrelas ganham cada vez mais tempo entre os ciclos dos álbuns para entrar em algum tipo de hibernação da fama, Rihanna manteve-se na atenção do publico e ocupada com outros projetos. Mais frequentemente do que não, com resultados vencedores.

 

Talvez seja porque de qualquer um de seus contemporâneos, o status de ícone internacional parece se adequar mais a Rihanna. Ela não se retirada dos holofotes apenas para voltar a respirar as desvantagens que vêm com a fama. Ela não protesta demais sobre a mídia. Ela é feliz dando entrevistas regulares. Ela pode dispensar rapidamente qualquer troll com maestria em forma de shade, mas ela também não parece se esconder isso. No entanto, ela não parece ter algum desespero de presidente do clube de drama do ensino médio para obter adoração constante. Isso não é shade pra qualquer outra estrela pop.

 

As exigências da fama são difíceis, e não é de se admirar por que alguns achariam aspectos dele incômodos.  No entanto, o fato é que Rihanna permanece completamente inabalável em todos os momentos. Ela simplesmente lida com os rigores do estrelato tão graciosamente quanto ela caminha sobre grades de metrô com  saltos altos.

 

A Fundação Harvard a nomeou humanitária do ano
Ela foi homenageada com o prêmio graças ao seu trabalho com o Programa de Bolsas de estudo da Fundação Clara Lionel. Ela apareceu no campus de Harvard para aceitar o prêmio com um discurso tocante: “Tudo o que você precisa fazer é ajudar uma pessoa, esperando nada em troca”, disse ela. “Para mim, isso é humanitário”.

 

Ela estava em diversas capas de revista
Este mês apenas, ela está em quatro capas diferentes da Dazed e três capas diferentes da Vogue francesa.  Ela também apareceu nas revistas de Elle de quatro países, e ainda encontrou tempo para cobrir Harper’s Bazaar, Paper e Vogue Arabia. Ela acumulou mais capas este ano do que algumas estrelas pop que realmente lançaram músicas.
Ela usou alguns dos itens mais populares do ano primeiro fora da passarela.
Todos estavam falando sobre aquelas botas de cristal que Anthony Vaccarello fez para a coleção Outono / Inverno 2017 de Saint Laurent.  Sim, Rihanna foi a primeira vista neles. O resto de nós teve que se inscrever na lista de espera.

 

Ela trouxe questões de educação para a atenção dos líderes mundiais
Literalmente, uma noite Rihanna apenas começou a twittar para vários líderes mundiais questionando se eles planejavam se comprometer a financiar totalmente a educação. Mais tarde, ela se encontrou com o presidente francês, Emmanuel Macron para discutir a questão. Ela manteve a série de ativismo ultimamente, trazendo atenção ao caso de Cyntoia Brown.

 

Ela dominou o MET GALA. 
O Met Gala deste ano honrou o designer japonês de vanguarda Rei Kawakubo e Comme des Garçons. Algumas pessoas chamam seu trabalho “incansável” e poucas celebridades optaram por usá-lo no tapete vermelho (para ser justo, muitas celebridades apareceram como convidados de outros designers). Rihanna, no entanto, levou o tema a sério e apareceu com um look floral Comme, que pode muito bem representar a declaração de moda do tapete vermelho mais épico de 2017.

 

E claro, Fenty Beauty
Fenty Beauty de Rihanna não foi apenas um dos lançamentos de cosméticos de celebridades mais bem sucedidos de todos os tempos, provou ser um ponto importante: a inclusão é fundamental. Rihanna lançou a linha com 40 tons de base diferentes que se adequam às mulheres (e aos homens), literalmente, todas as sombras, alguns dos quais têm dificuldade em encontrar outras opções. Imediatamente, foi um sucesso esmagador, e o Time recentemente o nomeou uma das invenções do ano.

 

Temos certeza de que estamos perdendo pelo menos uma dúzia de outras coisas dignas para incluir (nem sequer chegamos a falar de seu novo namorado gostoso), mas seja lá o que Rihanna decida fazer em 2018. Nós temos certeza de que será fantástico. Mesmo que ela não lance um álbum.
https://www.wmagazine.com/story/rihanna-owned-2017-without-even-releasing-an-album/amp

 Matéria traduzida por Bcharts: http://www.bcharts.net/index.php?/topic/42192-wmagazine-rihanna-%C3%A9-a-mulher-do-ano-mesmo-sem-lan%C3%A7ar-m%C3%BAsica/
Billboard cita 5 motivos pelos quais a Fenty Beauty foi eleita uma das melhores invenções do ano.

A revista TIME recentemente elegeu a “Fenty Beauty” uma das 25 melhores invenções do ano, e a Billboard, em recente matéria, decidiu listar 5 motivos pelos quais a Fenty Beauty esteja na lista:

1. Produtos inclusivos e sua gestão: Rihanna deixou claro que ela teve sua mão em todas as partes da criação do seu produto, incluindo a marca, até o último detalhe para até mesmo escolher os rostos da marca. A “nova geração de beleza” incluiu modelos de todas as cores, formas e tamanhos, tornando-se ainda a sua base com 40 tons de base se destacar ainda mais.

2. Não é edição limitada: Fenty Beauty para qualquer um, a qualquer hora. Sem a preocupação de esgotar de forma permanente, não há acesso limitado a quem pode colocar as mãos nos produtos e quando você pode. A coleção de férias, no entanto, foi limitada, então outros lançamentos de edições especiais poderiam seguir esse padrão no futuro. No entanto, ainda existe uma ampla gama de produtos permanentes para escolher.

3. Boa qualidade: a linha consiste em produtos de tamanho normal que duram, e vêm em embalagens visualmente atraentes.

4. Influenciadores de beleza de mídia social: Os kits para a imprensa e os convites da festa de lançamento foram enviados para o YouTube (a maior e mais popular plataforma para artistas de beleza / maquiadores), com contagens de seguidores não apenas grandes, mas o poder de influenciar os gastos dos seguidores.

5. Ela é Rihanna: Se alguma das suas outras colaborações ou lançamentos de produtos ao longo dos últimos anos (Puma, Chopard, Dior, Stance, Manolo Blahnik, fragrâncias, etc.) mostram alguma coisa, é que o que quer que Rih toque se torna ouro. Seu exército de fãs (carinhosamente conhecido como a Rihanna Navy) é forte, e se seu líder estiver envolvido com isso, eles vão comprá-lo.

Tio de Rihanna foi acusado pela própria Rihanna por vender produtos FENTYxPUMA pirateados, segundo jornal líder de Barbados.

De acordo com o jornal líder de Barbados, Leroy (tio da Rihanna) foi acusado de vender produtos pirateados da linha FENTYxPUMA e Rihanna foi quem, aparentemente, percebeu todos os produtos pirateados.

Quando ela voltou para Barbados, ela percebeu que seus produtos da Puma estavam sendo vendidos em um local de lá e relatou ao representante da Puma, que então voou para a ilha e verificou o assunto, e foram eles que fizeram a denúncia para a polícia.

Leroy foi ainda acusada por enganar os consumidores, e querer ganhar para si em cima de outra marca sem o consentimento da mesma, mas ele se apresentou ontem no tribunal e negou as acusações.

Foi relatado que Leroy foi libertado da prisão sob fiança e comparecerá perante um tribunal em 28 de novembro para receber seu julgamento.

Fontes: Bet, Shade Room.

Rihanna é a sétima cantora mais bem paga de 2017, segundo lista da Forbes.

Rihanna é a sétima cantora mais bem paga de 2017, segundo lista da Forbes.

Mesmo sem álbum recente, Rihanna faturou 36 milhões de dólares(R$117 milhões), durante o período de contabilização da tabela.

Confira a lista completa: https://www.forbes.com/sites/zackomalleygreenburg/2017/11/20/the-worlds-highest-paid-women-in-music-2017/#7ae7360c4e15

Billboard: “Love On The Brain” sutilmente se tornou o single pop mais influente do ano passado

Ontem, a Billboard divulgou uma matéria onde enaltece o single injustiçado por Rihanna na era ANTI, o hino Love On The Brain.

A revista contou um os motivos por qual o single de tornou a maior música POP em 2016.

Confira um trecho traduzido do artigo:

Em 22 de maio de 2016, no Billboard Music Awards, Rihanna posou em um terno do Thierry Mugler estilo anos 80, cativando a audiência com seu jeito descolado enquanto cantava seu single, o epicentro do seu álbum mais recente “Anti”.

Apesar do seu look cativante, foi a voz tentadora de Rihanna que roubou o show – indiscutivelmente, sua melhor exibição de talento vocal na TV ao vivo, enquanto a cantora vibrou pela balada e as emoções exigentes.

[…] Em grande parte devido ao inegável desempenho da apresentação, “Love on the Brain” subiu para #83 na edição de 11 de junho de 2016 do Billboard Hot 100, marcando a 55ª entrada da cantora longa infiltração de música pop e cultura pop. […]

Embora a música caísse da tabela na semana seguinte – graças ao foco continuado em, “Needed Me”, “Love on the Brain“, permaneceu nos pensamentos do público.

Mais tarde, em junho, a música alcançaria topo do chart da Billboard Top TV Songs para o mês de maio, ajudado pela dramática sequência de quatro minutos do final da temporada 12° de Grey’s Anatomy, onde “Love on the Brain” tocava no fundo.

Para a Billboard, a razão do sucesso de “Love On The Brain” foi pelo single unir todas as barreiras demográficas de idade e gênero, contemplando sua pegada retro e a qualidade vocal da Rihanna.

Página 2 de 16512345...102030...Última »
Rihanna Online © 2015 Todos os direitos reservados Desenvolvido por: Vinícius Huntter
X

Pin It on Pinterest

X